Entenda sobre a Inflação e saiba os detalhes de como ela funciona - Cartão de Crédito Guia

Entenda sobre a Inflação e saiba os detalhes de como ela funciona

Entenda sobre a Inflação e saiba os detalhes de como ela funciona, pois a inflação não é apenas um índice usado na área econômica.

Anúncios

Ela é um algo que tem grande importância no nosso dia a dia e muitas vezes a gente nem percebe, por ela os preços dos produtos e serviços que a gente consome diariamente são definidos, como os preços dos alimentos, dos remédios, dos serviços de estética, até mesmo do chiclete de 15 centavos a gente pode sentir os efeitos que a inflação pode causar.

Apesar da inflação ter essa importância toda, é muito comum encontrar pessoas que não sabem o que ela é e nem de que forma ela pode influenciar no nosso dia a dia.

Para que se possa ter mais controle na vida financeira é preciso entender o que é a inflação, uma vez que ele tem ação direta no nosso orçamento.

 Como funciona a inflação

A inflação é um dos pontos que influenciam o preço dos serviços e produtos que consumimos diariamente, conforme a inflação sofre elevação os preços dos produtos também sofrem um aumento, o que pode ser muito prejudicial para quem não tem o salário ajustado conforme a inflação. Por exemplo, se um trabalhador recebe atualmente a mesma quantia que recebia há 5 anos, significa que ele perdeu uma grande parte do poder de compra que ele tinha, já que os preços dos produtos sofreram aumento, mas o salário que ele recebe continuou o mesmo.


VEJA COMO RECEBER
PIS/PASEP VEJA AQUI * Você será encaminhado para outro site!

Para fazermos uma comparação, no ano de 2020 o valor do salário mínimo no país era de 1.045 reais, já em 2015 o valor era de 788 reais e em 2010 o salário mínimo era de 510 reais. Apesar do valor do salário mínimo muitas vezes não ser suficiente para suprir as necessidades básicas de uma família, analisar as diferenças de valores entre eles ao longo dos anos pode ajudar no entendimento de como a inflação fez com que o dinheiro perdesse o seu valor conforme os anos se passaram.

A inflação é responsável por fazer com que a moeda seja desvalorizada, uma vez que ela não acompanha o aumento dos preços. Quando ocorre uma hiperinflação os preços podem sofrer aumento diariamente, fazendo com que o dinheiro seja ainda mais desvalorizado.

O que é Inflação?

A inflação ocorre quando há um aumento geral nos preços dos serviços e produtos, ela pode ser entendida como sendo uma medida percentual que é usada para indicar qual será a tendência na qual ocorrerá o aumento dos preços.

Para que a inflação possa ser medida é preciso considerar os preços praticados atualmente em uma determinada quantidade de bens e fazer um acompanhamento destes preços para que depois se possa fazer uma comparação entre eles: os preços anteriores e os de hoje em dia. A inflação acontece quando a média obtida através dos preços atuais é maior que a dos preços praticados antes.

O cálculo é realizado mensalmente e os resultados são somados, dessa forma eles podem expressar o valor da inflação que foi acumulada no decorrer do ano. Quando a inflação está muito alta a moeda fica desvalorizada ao passo que o poder de compra das pessoas também diminui, além disso, o país se torna um lugar pouco favorável para receber novos investimentos, o que prejudica a criação de vagas de empregos.



CARTÃO DE CRÉDITO
ATACADÃO
QUERO MEU CARTÃO
* Você permanecerá no site!

Veja quais são as principais causas da inflação

Confira abaixo quais são as causas que podem causar a elevação dos preços em uma economia:

  • Gastos públicos: os gastos feitos pelo governo afetam de forma direta a inflação. O aumento dos preços pode ser provocado por aumento nos impostos, causas monetárias, impressão de novas notas para poder pagar os gastos e muitos outros, por isso é importante bem os governantes.
  • Monopólios ou cartéis: a baixa quantidade de empresas que ofertam serviços ou produtos pode fazer com haja aumento de preços devido a ausência de concorrência no mercado.
  • Custos de uma produção: os custos envolvidos na produção e venda são passados para o consumidor, uma vez que não se pode vender abaixo dos custos tidos na produção, dessa forma, quanto mais as empresas gastam para produzir, mais caros os produtos tendem a ficar e com isso, a inflação só aumenta.
  • Baixa produção: uma produção que está abaixo da demanda no mercado pode fazer com que haja aumento nos preços.
  • Inflação inercial: nesse tipo de inflação ocorre aumento nos preços de forma natural. Os preços são aumentados de acordo com o poder de compra dos consumidores.
  • Indexação da inflação: Indexação nada mais é do que o ajuste de preços conforme a inflação anterior, ela está presente em salários e contratos de funcionários.

Como a inflação é medida

Para medir a inflação, os institutos de economia ou estatística analisam os preços de determinados produtos e serviços. Eles consideram o tipo de público que será estudado, os bens e serviços desse público, isso é importante porque a inflação não afeta a todos da mesma maneira. Conheça alguns índices existentes no Brasil que são usados para medir a inflação:

  • IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo): ele é avaliado pelo IBGE e leva em consideração os valores dos bens adquiridos pelas famílias que possuem renda de até 40 salários mínimos.
  • INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor): é parecido com o IPCA e leva em consideração a inflação que afeta as famílias com renda de até 15 salários mínimos.
  • IGP-M: este índice considera os preços praticados no varejo, atacado e na construção civil.
  • IGP-DI: é parecido com o anterior, mas este é responsável por medir a variação que os preços sofreram desde a produção dos produtos até chegar nas mãos do consumidor.

De posse desses dados, os técnicos podem calcular a percentagem de variação sofrida pelos preços e determinar a inflação. A inflação é o resultado da comparação entre os preços anteriores e os atuais.

Inflação acumulada no Brasil

A inflação que é oficial no país é a que é medida no IPCA, desde que o plano Real foi implantado, cerca de 1994, até a metade do ano de 2019, o IPCA demonstrou que a inflação acumulada chegou a mais de 500%.

Inflação e a forma como ela impacta o nosso dia a dia

Combater a inflação é algo que tem sido muito discutido pelo governo brasileiro. A inflação nos afeta de forma direta, ao comprarmos qualquer produto ou fazer uso de algum serviço a inflação está presente. Pois ela é um dos fatores que determinam os preços que temos que pagar pelo que consumimos.



CARTÃO DE CRÉDITO
NUBANK
QUERO MEU CARTÃO
* Você permanecerá no site!

Por que a inflação ocorre?

A Inflação ocorre por causa da variação dos preços praticados nos serviços e produtos. Essa variação pode ocorrer por vários motivos, alguns deles são devido aos gastos do governo. Quanto mais o governo gasta, mais a inflação aumenta. Isso resulta em uma desvalorização do dinheiro.

Isso é muito prejudicial para trabalhadores assalariados que não recebem reajuste no salário de acordo com a inflação, fazendo com que a população perca cada vez mais o poder de compra.

No Brasil, a inflação é avaliada por alguns índices como IPCA 15 e IPCA.

IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) – IBGE

Esse índice é calculado por meio de dados coletados em comércios e em estabelecimentos que fazem prestação de serviços, essa coleta é feita na data de início e final de de mês. Esse índice é avaliado em famílias com renda de até 40 salários mínimos. Ele é calculado com base na média ponderada de serviços e produtos consumidos pela população de abrangência. Veja os valores atuais para cada tipo de gasto:

  • Transportes – 20,54%;
  • Alimentação e bebidas – 23,12%;
  • Saúde e cuidados pessoais – 11,09%;
  • Habitação – 14,62%;
  • Vestuário – 6,67%;
  • Despesas pessoais – 9,94%;
  • Educação – 4,37%.
  • Artigos de residência – 4,69%;
  • Comunicação – 4,96%;

IPCA 15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) – IBGE

Esse índice abrange famílias com renda de até 40 salários mínimos por mês e que residem em 11 áreas urbanas que são abrangidas pelo SNIPC, sendo elas: Fortaleza,Belém,  Recife,  Belo Horizonte,Salvador, Rio de Janeiro,  Curitiba, São Paulo, Distrito Federal, Porto Alegre e Goiânia.

Os dados são coletados a partir do 16° de cada mês anterior até o 15° do mês referente.

Posso considerar o IPCA como a minha própria inflação?

Esse índice é calculado para servir  de base para que a população saiba como os preços estão sofrendo variações. Vale lembrar que a inflação não afeta a todos da mesma maneira, ou seja, cada família sentirá os efeitos da inflação de uma forma diferente.

 

imagem 2021 03 01 120041
Wanderson

Compartilhar:
Wanderson
Wanderson

0

Aguarde um Momento